Para Aqueles Que Pensam Que Meditação Não é Legal!

 
 

Você está super bem para meditar?
 

Existem muitas razões pelas quais muitos de nós evitam meditar. Algumas pessoas não querem outra obrigação em suas vidas. Passar fio dental  e ir à ginástica já não é suficiente? Outras simplesmente não compreendem ou não “acreditam” no valor da meditação. Mas uma amiga minha me despertou a atenção para outro grupo de não-meditadores quando disse, “eu sei que preciso de meditação. Minha mente vai de um lado para o outro todo o tempo. Eu me preocupo. Tenho problemas dormindo. Sinto-me estressada desde o momento em que eu acordo.”
 

“Então, por que você não aprende?”, eu perguntei, já que isso parecia sem sentido.

“Eu não quero ser uma panaca“, ela retrucou.

 

Eu ri até chorar, mas entendi. Para alguns de nós, a meditação vem com um fardo. Quando escutamos a palavra meditação, nós visualizamos monges com cabeças raspadas tocando pandeiros nas esquinas, ou grupos de pessoas entoando OM juntos em grandes encontros. Alguns de nós pensam nos amigos que, depois de algumas classes de meditação, seguraram nossas mãos bem apertado olhando-nos fixamente nos olhos com um olhar que eles pensavam que transmitia êxtase, mas isso era apenas amedrontador.
 

Se você está sendo sugado pela sua mente, vale a pena manter a sua calma?

Se você tem evitado meditar pelo fato de como isso vai parecer às outras pessoas, eu te prometo, essa preocupação está impedindo você de ter uma vida mais feliz.

“Como você sabe?”, você pode perguntar. Eu sei porque todos nós temos uma coisa em comum – gastamos a maioria dos nossos dias sendo martelados pelas nossas mentes. Chamamos isso de pensar, e temos rotulado isso como uma coisa boa mas, de uma maneira geral, não é assim. Muitos dos nossos pensamentos são altamente superestimados - automáticos, dissimulados, autodestrutivos e, geralmente, sem controle.  De fato, pensar é o nosso maior vício.
 

Aqui está a estória. Como humanos, cada um de nós sente-se muito orgulhoso de possuir um cérebro. Este cérebro faz coisas maravilhosas, muitas das quais nos mantêm vivos. Obrigado, cérebro. Mas uma parte dele,  que nós chamamos mente, produz pensamentos da mesma maneira que o coração bombeia sangue e o fígado e o rim desintoxicam. De fato, pensamentos nada mais são do que resíduos. Agora, isso é assustador. Quando nós paramos de pensar é que  acessamos, frequentemente, nossas soluções mais criativas. Einstein sabia disso. Assim como a maioria dos grandes artistas e inventores.

 

Pensar é muito mais traiçoeiro do que você jamais imaginou. Estudos da Universidade de Stanford indicam que nós produzimos em média 150 mil pensamentos por dia. Antes da revolução tecnológica esse número era mais baixo, mas agora estamos pensando a respeito das vidas de todo mundo no Facebook, assim como pensamos nas nossas.

 

Nós descrevemos esse constante  pular de pensamento em pensamento afirmando “minha mente está divagando”, o que faz com que isso soe como algo fofo e inofensivo. Mas lembre-se, a vasta maioria desses pensamentos não é em seu benefício. Este fato foi recentemente tratado em um artigo do New York Times, escrito por John Tierney, adequadamente intitulado “Quando a Mente vagueia, a Felicidade também se perde ”. Tendo observado os meus próprios pensamentos por décadas, cheguei à conclusão de que se eu fosse a um restaurante e um casal conversasse entre eles da maneira como minha mente fala comigo, eu me levantaria e sairia.

 


Não medite para ficar na moda, medite para ser feliz

Então, se você me perguntasse, “por que você medita?”, minha resposta seria “porque permite que eu reconheça o que estou pensando, que eu reconheça que meus pensamentos não são o mesmo que a realidade, mas apenas uma interpretação da minha mente, e que eu posso escolher escutá-los ou não.”

 

O resultado de ter essa escolha elevou a minha felicidade para além dos  meus sonhos mais selvagens. Quão imenso é isso? Você não pode nem mesmo saber até que viva, por si mesmo, esta experiência. Mesmo que algumas pessoas pensem que você é um babaca, vale a pena. Mesmo que você tenha que explicar para os seus filhos, parentes ou cachorro que você está simplesmente aquietando a mente e cortando o número de pensamentos do dia para, digamos, 99 mil, vale a pena. Isso é um terço menos do que você está pensando agora.
 

E se, ao longo da jornada, você se tornar mais familiarizado com o Eterno, uau, isso é genial! Mas para iniciantes, você não gostaria de  um pouco mais de felicidade?

 
 

Coloque um novo comentário

Image CAPTCHA
 
 
Gayatri
Gayatri

Gayatri é uma escritora e artista de Manhattan que vive no México. Ela ri de tudo e sua alegria de viver é contagiante.