O Maior Presente

Passaram-se 3 meses desde o momento mais difícil da minha vida, a morte do meu Arian, o mais novo dos meus irmãos.

Estar ali, a seus pés esperando apenas o corpo se desligar, era algo extremamente complexo. Sem  nada que eu pudesse fazer por sua vida, é algo inexplicável, é algo que não pode ser descrito em palavras.

Eu me lembro que perguntei à enfermeira da terapia intensiva: O que devo fazer? E a sua resposta foi: “Não sei”. Talvez ela nem soubesse ao que me referia quando fiz essa pergunta e bem, talvez eu também não.

Mas neste momento a única coisa que me veio à mente foi que a maneira  para acompanhar meu amado Arian era Ascendendo.

Dei o Meu Melhor Naquele Momento

Eu não sabia o que mais ou como poderia ajudá-lo. 

Queria que tudo ao seu redor e ele mesmo estivesse em paz, em tranquilidade, mas acima de tudo no amor, no amor infinito. E que assim transcendesse esta vida terrena.

Só consegui ficar com ele dessa maneira nos últimos minutos de sua vida.

Hoje não sei se era a melhor forma de estar ali com o meu Ari, mas foi a única coisa que me veio ao meu estado consciente e presente, e resolvi fazê-lo. Era a única coisa.

02 O Maior Presente

Uma Partida Pacífica

Sua morte foi tranquila, (algo estranho) porque não houve lágrimas de partir o coração, nenhum drama apesar da rapidez do evento e seu semblante era de total paz.

O velório parecia uma festa e uma celebração de vida. Foi cheio de muitas expressões de amor, amizade, gratidão, solidariedade e música.

A Ascensão Nos Dá O Que Necessitamos

Hoje, três meses após sua morte, às vezes choro e sinto falta dele. Sim, eu sinto tanto a falta dele.

Ari era como um filho para mim.

Decidi não ter filhos e ele de alguma forma ocupou esse espaço como irmão-filho.

Fomos grandes companheiros de vida. Aprendemos muito um com o outro. Ele foi e é meu grande mestre.

Compartilhamos muitas coisas e uma delas foi conhecer a Ascensão.

Ele me disse que isso lhe dava muita paz e tranquilidade e que também lhe permitia dormir bem. E sim, já que ascender nos dá o que necessitamos.

Aprendi a amá-lo incondicionalmente e por isso  estive ao seu lado no final porque pude deixá-lo ir ao seu próximo nível sem apego e sem sofrimento.

Hoje foi um dia de muitas emoções e a única coisa que me dá paz e tranquilidade é poder estar aqui presente, que é o que me traz pensar as minhas técnicas.

03 O Maior Presente

Compromisso Com Minha Prática E Uma Perspectiva Diferente

Tem sido assim nos últimos meses. É quase impossível voltar ao passado, porque pode ser muito doloroso.

Ascensão, abençoada Ascensão. Gratidão por estar aqui à mão e em minha vida. Não só agora, mas desde que aprendi e me comprometi a fazer da minha prática desta meditação uma forma de viver.

É lindo e me enche de gratidão que as circunstâncias da vida, sejam elas quaisquer que forem, podem ser percebidas ou vistas de outra perspectiva. E sei que muito disso, eu devo à Ascensão dos Ishayas.

E é por isso que amo muito compartilhar esse ensinamento maravilhoso, pois adoro ver que quem se abre para recebê-lo em seu coração, desde o primeiro dia percebe a magia e o incrível poder das técnicas.

Meu nome é Parjanya Ishaya e sem hesitação posso dizer que conhecer a Ascensão é o maior presente que me foi dado na vida. O melhor presente.

Rolar para cima